Sem gás, casas passam a usar carvão e aumenta em 100% procura por fogão de barro na PB

0
145

Com a falta de gás de cozinha em toda Paraíba devido à greve dos caminhoneiros, casas recorrem à lenha e carvão para preparação de alimentos. Na cidade de Bayeux, na Região Metropolitana de João Pessoa, dois homens brigaram por causa de um único fogão de barro que estava à venda neste domingo (27), de acordo com o vendedor, um homem tinha reservado o fogão e outro chegou querendo comprar, após uma longa discussão, a situação foi resolvida e o utensílio vendido ao comprador que tinha reservado.

O comerciante informou que compra 30 peças de fogão de barro para vender ao longo de dois meses, porém, em menos de uma semana todos foram vendidos.

Os sacos de carvão para churrasco também estão chegando ao fim e o preço dobrou. “Meu gás acabou na quarta-feira e não consegui mais comprar, vim aqui na feira ver se compro um fogãozinho de barro e não tem mais”, disse a dona de casa, Ana Lira.
Desde os diversos aumentos exorbitantes do gás de cozinha, muitas famílias estão cozinhando com carvão ou lenha.

Em João Pessoa, o comerciante Miguel Freire, disse que vendia cerca de 3 fogões por semana, mas, após a paralisação, ele chegou a vender 15 em apenas um dia.
“Estou pegando no depósito mais fogões porque aqui no nosso estoque já acabou. A procura está grande, mas o preço continua o mesmo”,falou o comerciante.

Em 2017, 12,3 milhões de domicílios usaram lenha ou carvão para produzir alimentos. O número representa um crescimento de 11% com relação aos 11,1 milhões verificados no ano anterior, segundo pesquisa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor preencha seu nome