IPC de João Pessoa é multado em R$ 50 mil por exercer atividade poluente

0
25

Nesta quinta-feira (5), o Ministério Público do Trabalho (MPT) informou que o Instituto de Polícia Científica de João Pessoa foi multado em R$ 50 mil após uma nova fiscalização, dessa vez realizada pela Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) e pela Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa).

A multa de R$ 50 mil foi aplicada depois que a Sudema constatou que o IPC exercia uma atividade poluente e não tinha licença ambiental, no dia 21 de março.

Já a Agevisa, encontrou 145 irregularidades no local, entre elas macas fora do padrão, fiação elétrica exposta, alimentos guardados no mesmo refrigerador em que são armazenados produtos químicos e falta de gerador.

O diretor do IPC, Israel Aureliano, informou que não foi notificado da multa. Porém, garantiu que uma obra já está sendo realizada no Departamento de Medicina Legal (DML) do IPC e afirmou que espera que uma nova reavaliação seja feita ainda este mês.

O procurador do Trabalho Eduardo Varandas anexou os laudos das fiscalizações aos processos judiciais em tramitação para que não ocorra riscos de desinterdição do ambiente.

“Nunca vi tamanho menoscabo da administração pública com um órgão de sua própria estrutura. A vida dos servidores corria risco iminente naquela localidade. O MPT não sossegará enquanto não averiguar todas as unidades que compõem o Instituto de Polícia Científica e tomar as providências devidas”, declarou, referindo-se aos institutos em Patos e Guarabira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor preencha seu nome