Borracheiro é condenado após matar homem por barulho de moto na Paraíba

0
21

O borracheiro Felipe Lucas da Silva foi condenado na madrugada desta quinta-feira (22) a seis anos e três meses de prisão por homicídio e tentativa de homicídio na madrugada, em Campina Grande. Os crimes aconteceram em novembro de 2014, após uma briga por causa do barulho da moto de uma das vítimas.

De acordo com a acusação, Felipe teria discutido com dois irmãos e matado Otávio Monteiro da Silva, de 33 anos, a facados. Além disso, teria ferido Josivaldo Barbosa de Monteiro, irmão de Otávio, no sítio Porteira de Pedra, em Santa Terezinha.

Segundo a defesa o réu, Felipe Lucas da Silva agiu em legítima defesa e durante a confusão também teria sido baleado. Durante o julgamento cinco testemunhas foram ouvidas, entre elas a viúva da vítima Otávio Monteiro da Silva.

O juiz Bartolomeu Correia Lima, que presidiu o julgamento, finalizou na madrugada desta quinta-feira (22) com a condenação de Felipe Lucas da Silva a seis anos e três meses de prisão. Como o réu é primário, vai responder em liberdade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor preencha seu nome