Polícia procura mulheres suspeitas de fraudes em negociação de imóveis de programas sociais em João Pessoa

0
21

Sete pessoas denunciaram supostas fraudes na negociação de imóveis de programas sociais na Delegacia de Defraudações, na tarde desta quarta-feira (03). Conforme a denúncia, as condutas teriam sido praticadas por duas mulheres, que se apresentaram às vítimas como sendo funcionárias da Prefeitura de João Pessoa, mas cobravam a quantia de R$ 1.500,00 de cada vítima para que “liberassem” casas do programa social “Minha Casa, Minha Vida” para os interessados.

As suspeitas começaram a atuar em agosto de 2017, chegando a fornecer documentos em nome do movimento MOVIS, e convencendo as vítimas de que o procedimento seria correto, negociando imóveis nos bairros de Mangabeira, Cidade Verde e Valentina. Segundo a polícia, as suspeitas receberam valores de diversas pessoas, fazendo aproximadamente 60 vítimas, segundo as informações iniciais da investigação. Elas teriam conseguido desviar pelo menos R$ 90 mil.

As fraudes só foram descobertas recentemente, quando os primeiros imóveis começaram a ser entregues, ocasião em que as suspeitas desapareceram.

De acordo com a DDF, as vítimas conseguiram registrar imagens das suspeitas, antes que os contatos fossem bloqueados e passaram a compartilhar as imagens em redes sociais, em busca de informações.

A polícia procura por Verônica e Suelia Gomes dos Santos. Segundo a DDF, os crimes praticados pelas suspeitas se enquadram como crime de estelionato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor preencha seu nome