Mãe é detida suspeita de matar bebê de três meses asfixiado em João Pessoa

0
6

Uma jovem de 21 anos foi levada até a Central de Polícia de João Pessoa, após dar entrada na manhã deste sábado (09) na maternidade Cândida Vargas com uma bebê de 3 meses morta. Muito nervosa, a mulher afirmou que a criança sofria de problemas cardíacos, porém, há indícios de que a criança tenha sido asfixiada.

A atitude suspeita da mãe na maternidade fez com que funcionários acionassem a polícia. Na Central, ela não quis conceder entrevista, porém de acordo com a polícia ela tem outra criança de quatro anos, e que ela já responde por maus tratos à esta criança.

O caso foi encaminhado para o delegado Paulo Josafá.

As informações iniciais contam que de madrugada a mãe saiu na rua pedindo ajuda para socorrer a criança que já estaria morta. Um desconhecido que passava a ajudou, levando as duas até o hospital. Aos policiais foi informado pela mãe que a criança sofria de um problema cardíaco desde que nasceu e que ela estava dando banho no bebê para ir ao presídio de Guarabira, visitar o pai que é detento, quando a criança passou mal.

Uma tia da menina, irmã do pai que está preso, que também não quis gravar entrevista, afirmou que nunca viu a menina passando mal, mas confirmou a história da mãe, de que a bebê havia nascido com um problema e que estava para marcar exames.

Além disso, a mulher disse que discutiu com a mãe da criança no domingo passado, por conta de maus tratos às crianças e por “outras coisas erradas” que a mulher se envolvia. Ela também não quis entrar em detalhes do porquê do irmão estar preso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor preencha seu nome