07/12/2017 às 07h25 • atualizado em 07/12/2017 às 09h38
Homicídio

Homem preso suspeito de integrar grupo de extermínio é assassinado a tiros em João Pessoa

Três homens foram assassinados, durante a noite dessa quarta-feira (6), nas cidades de Cabedelo, no Litoral Norte paraibano, e em João Pessoa. Uma das vítimas foi um vigilante que, segundo a Polícia, já foi preso em 2010 durante uma operação policial que investigava grupo de extermínio na Paraíba.

Cabedelo

Um ex-presidiário foi morto com dois tiros na cabeça, no município do Litoral paraibano.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima, de 21 anos, era moradora da cidade de Santa Rita e estava escondida no bairro do Renascer II. Segundo testemunhas, dois homens em uma moto cometeram o crime por volta das 23h30, na Rua Margarida Maria Alves.

De acordo com o delegado Paulo Josafá o homem foi perseguido quando saiu de casa. “Ele estava jogando baralho quando saiu de casa e foi morto no meio da rua. Vamos investigar as possíveis causas do crime”, revelou.

A polícia informou que a vítima era ex-presidiária e não tem informações dos suspeitos de realizarem o crime.

João Pessoa

Um homem foi assassinado no início da noite, no bairro do Geisel, na capital paraibana. O crime aconteceu na Rua Tarcísio D’Ávila, por volta das 18h.

De acordo com a polícia, foram encontrados, com a vítima, uma pistola com dois pentes e um rádio transmissor. A vítima foi identificada como Cristian Dias Abílio, de 29 anos. Ele era conhecido como “Júnior” e trabalhava como vigilante. Segundo testemunhas, o jovem estava conversando com o dono de um mercadinho, que fica na esquina da rua onde morava, quando dois homens em uma moto chegaram no local e um deles efetuou os disparos. A vítima foi atingida na cabeça e na perna.

De acordo com informações da polícia, a vítima já tinha sido presa em 2010, durante a operação “Águas Limpas”, que investigava a atuação de pessoas em grupos de extermínio.

A polícia ainda não sabe a motivação do crime e ainda não traçou uma linha de investigação para o crime.

No bairro do Valentina de Figueiredo, o homem morreu após ser espancado por cinco pessoas. De acordo com testemunhas, os suspeitos agrediram a vítima a pedradas. O homem foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital de Trauma de João Pessoa, passou por procedimentos médicos, mas não resistiu aos ferimentos e morreu durante a madrugada desta quinta-feira (7).

PB HOJE, com T5

Comentários

Recomendado para você