12/11/2017 às 12h00 • atualizado em 13/11/2017 às 11h18
Política

Maranhão vai contra discurso de união e arremata: ‘minha candidatura está mais forte do que nunca’

A convenção do PSDB estadual, realizada neste sábado (11) em João Pessoa, contou com a presença dos mais diversos políticos que fazem parte do grupo das oposições que une, entre outras legendas, além dos tucanos, o PMDB do senador José Maranhão e o PSD do prefeito da capital Luciano Cartaxo.

Em quase sua totalidade, os membros dessa legendas buscaram pregar a unidade dos partidos oposicionistas com um único foco: derrotar o secretário João Azevedo, pré-candidato indicado pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), nas próximas eleições.

O também pré-candidato e gestor de Campina Grande Romero Cartaxo (PSDB), por exemplo, afirmou que alguém teria que abrir mão de seus desejos pessoais em prol da união o que, para ele, seria o caminho mais curto para que a chapa possa chegar na frente na corrida eleitoral.

O prefeito de Guarabira, o tuano Zenóbio Toscano, revelou que deixaria as diferenças de lado e aceitaria subir no palanque ao lado dos peemedebistas Paulino, seus adversários históricos, para poder dar forças à oposição.

Um discurso, porém, destoou das falas pela homogeneidade, o do terceiro pré-candidato e ex-governador José Maranhão. Apesar de afirmar que os políticos do estado deveriam realmente estar juntos para defender a Paraíba, o peemedebista deixou claro que não vai desistir das suas pretensões.

“Minha candidatura está mais forte do que nunca”, arrematou.

Yves Feitosa/Adelton Alves

Comentários

Recomendado para você