08/08/2017 às 07h34 • atualizado em 08/08/2017 às 18h35
Boa Ação

Mulher encontra R$ 600 dentro de fatura em ônibus, em João Pessoa, paga a conta e posta comunicado no Facebook

Silviane Cunha saiu para trabalhar normalmente na última quinta-feira (7), e pegou o ônibus no bairro do Valentina em direção ao Bessa, em João Pessoa, onde trabalha como telefonista em uma lanchonete. Mais um dia comum se, no meio do caminho, ela não encontrasse R$ 600 em um dos bancos do coletivo.

A telefonista conta que seguia do lado do sol na linha 5100 quando alguns passageiros saíram do outro lado do ônibus. “Eu me levantei e fui para as cadeiras do lado oposto, para seguir na sombra”, conta. “Assim que sentei, percebi um papel preso entre a cadeira da janela e a parede do ônibus. Quando peguei e abri, vi que era uma conta de cartão de crédito no valor de R$ 564,43 com R$ 600 em dinheiro enrolado dentro”, relata.

Silviane conta que ficou surpresa ao descobrir o dinheiro do ônibus. “Não é algo que se encontra todo dia”, ri. Ela pegou a quantia e a fatura não paga e guardou na bolsa.

O dinheiro pertencia à vendedora Claudineia Santos Lima, de 43 anos, moradora do bairro Funcionários II. Segundo ela, o dinheiro estava no bolso de sua calça. “Eu estava indo trabalhar e pretendia pagar a conta quando saísse do expediente”, lembra. “Assim que desci do ônibus e coloquei a mão no bolso, percebi que o dinheiro não estava lá. Procurei na bolsa e em todo lugar mas não encontrei”.

Claudineia chegou a ligar para o filho e pedir para que ele fosse para o terminal de integração do bairro do Geisel, por onde ela tinha passado, para procurar o dinheiro. “Ele checou tudo lá, falou com o fiscal, mas não encontrou a fatura e os seiscentos reais. Quando ele me ligou para avisar, me desesperei e comecei a chorar no meio da rua”, conta.

A fatura foi paga por Silviane no dia seguinte, em Mangabeira. Ela conta que não hesitou em momento algum sobre o que fazer com o dinheiro. “Era algo que não era meu, a escolha óbvia era pagar, é o justo”, avalia. Após realizar o pagamento, a telefonista fez uma publicação sobre o caso em uma rede social.

A postagem viralizou e, desde a sexta-feira (7), já possui mais de 8,5 mil compartilhamentos. “Eu não esperava tanta repercussão”, diz Silviane. “Essa atitude pra mim é normal e deveria ser tomada por todos, mas pelo alcance da história acho que infelizmente não é algo tão comum hoje em dia”, lamenta.

Através da publicação na internet, o filho de Claudineia ficou sabendo que a conta havia sido paga. “Quando ele me contou eu nem acreditei, disse que não era para brincar com essas coisas. Eu agradeci muito a Deus, tinha passado o dia todo orando para que uma pessoa de bem encontrasse meu dinheiro”, conta ela.

As duas mulheres se encontraram no sábado (8), na casa de Silviane. “Eu fiz questão de agradecer pessoalmente”, diz Claudineia. “Não sei de onde teria tirado esse dinheiro. Se as pessoas hoje encontram dez reais e já pegam, imagina seiscentos? Ela foi um anjo que entrou na minha vida”, finaliza.

JP ONLINE

Comentários

Recomendado para você