14/05/2017 às 09h03 • atualizado em 15/05/2017 às 11h23
Decisão

Policiais militares presos em João Pessoa na ‘Operação Gabarito’ têm prisão preventiva decretada

O casal de policiais militares que foi preso em flagrante nessa sexta-feira (12) durante a ‘Operação Gabarito’, que investiga fraude em concurso público na Paraíba e em vários estados, teve a prisão em flagrante convertida em preventiva.

A reportagem apurou que a conversão aconteceu neste sábado (13) durante plantão judiciário  da juíza Conceição Marcicano. Eles continuam presos na Central de Polícia Civil em João Pessoa de onde os policiais serão levados para a audiência de custódia no Tribunal do Juri, da Capital. Eles vão responder por  peculato depois que a PC encontrou drogas no colete de um deles durante a ‘Operação Gabarito’.

Segundo a Polícia Civil, a justiça expediu mandado de busca e apreensão na casa dos policiais depois que a PC desconfiou da PM, aprovada tanto no concurso da Polícia Militar, quanto no da Guarda Municipal. Ao cumprir mandado no imóvel do casal, policiais encontraram uma pequena quantidade de droga no colete do policial.

De acordo com o advogado deles, Luiz Pereira, o entorpecente foi apreendido em uma operação e o policial esqueceu de entregá-lo em uma delegacia. Mesmo assim, o casal de PMs deverá responder por peculato.

Comentários

Recomendado para você