21/06/2015 às 09h45
Novas matrizes para a PB

Nova frente parlamentar é criada na ALPB para discutir energias renováveis

Uma nova frente parlamentar foi criada na ALPB nesta semana para discutir as energias renováveis. O deputado Renato Gadelha (PSC), líder da oposição na Assembleia assumiu a presidência da Frente, que conta com Frei Anastácio (PT) como vice-presidente.

“A produção de matrizes energéticas alternativas é uma prioridade para os trabalhos da Frente. O objetivo principal de criar uma comissão especial de deputados é promover o desenvolvimento sustentável da região, barateando a energia renovável”, explicou Renato Gadelha.

A Paraíba, segundo Gadelha, nunca produziu energia suficiente para sua demanda. “Por isso precisamos investir em alternativas sustentáveis, pois as matrizes tradicionais estão se esgotando. Um bom exemplo são as hidrelétricas”, explicou.

O Nordeste tem diversas possibilidades de criação de energias alternativas, com matrizes limpas como sol, mar e ventos, que podem ser usados para desenvolver o setor.

“Vamos visitar os parques eólicos da Paraíba, em Mataraca e São José do Sabugi. Em Sousa temos uma empresa se preparando para instalar uma unidade. Precisamos da colaboração dos demais integrantes da Assembleia para que a Paraíba se torne autossuficiente”, declarou.

Comentários