19/06/2015 às 08h04 • atualizado em 19/06/2015 às 08h05
FOI ELE

Ás vésperas da eleição, Ronaldinho culpa Romero pela baixa produtividade na gestão de CG

Que o vice-prefeito de Campina Grande, Ronaldo Cunha Lima Filho, não se doou a política ou a administração da Rainha da Borborema, isso todo mundo sabe. A novidade é que ele garantiu novo ânimo para ‘administrar’ e fazer política às vésperas da eleição. Ronaldo chegou a culpar o prefeito por tê-lo aproveitando pouco.

Ronaldinho precisa da aprovação do prefeito e de Cássio, mas como sabe a prática de ‘dar um jeitinho pros da família’ que sempre teve o irmão, o vice prefeito aguardava só uma sinalização de Romero: “Minha participação vai depender do prefeito Romero e do partido”, assinalou.

Perto da nova disputa, Ronaldinho desconsiderou que sua empolgação só é completa quando está no mundo das festas e shows que promove. Para ele, essa não é a justificativa de ausência em Campina. O culpado pelo pouco desempenho de Ronaldo Filho é de Romero.

– Estava me sentindo meio desmotivado, porque estavam faltando atribuições (na PMCG) pra mim. Sentia que poderia ser melhor utilizado. Romero é muito centralizador. E isso não é uma crítica, ao contrário. E conversei com ele. Temos uma relação de extrema fraternidade e respeito – segundo ele mesmo relatou.

Comentários