17/06/2015 às 17h04
DETERMINAÇÃO

Tyrone recebe ‘mãozinha’ da Justiça pra devolver verba da prefeitura parcelada, mas não cumpre determinação

O ex-prefeito de Sousa, Fábio Tyrone, não conseguiu explicar ao Tribunal de Contas do Estado aonde foi investida a quantia de R$ 105.058,28 após inspeção de obras no município, no exercício de 2011. As contas ficaram comprometidas e o TCE deu uma mãozinha ao ex-prefeito para quitar o débito em 10 parcelas, mas mesmo assim Tyrone não compareceu a Justiça para encerrar a questão.

No parecer do TCE ficou decidido que seria concedido “parcelamento do valor total de R$105.058,28, em favor do ex-Prefeito de Sousa, Sr. FÁBIO TYRONE BRAGA DE OLIVEIRA, em 10 (dez) parcelas mensais e sucessivas, cada uma no valor de R$10.505,83 (dez mil, quinhentos e cinco reais e oitenta e três centavos), com o vencimento da primeira no dia trinta do mês subsequente ao da publicação dessa decisão”.

A decisão foi publicada no dia 12 de fevereiro deste ano, mas o ex-prefeito nem se importou. Agora, o TCE intima o ex-prefeito para sessão na qual irá ser apreciada a prestação de contas daquele ano. O valor total do processo é de R$ 5.910.150,59.

A Auditoria analisou a defesa acatou parcialmente os argumentos relativos à reforma do prédio da Secretaria de Educação e Esporte, por serviço não realizado, cujo excesso foi reduzido para R$12.441.05, e manteve as demais indicações. Auditoria também identificou irregularidades na aplicação de recursos públicos em duas obras financiadas com recursos próprios, em razão de pagamentos por serviços não realizados.

Confira demonstrativos dos gastos irregulares de Tyrone:

tyrone

Comentários

Recomendado para você