16/06/2015 às 19h50 • atualizado em 16/06/2015 às 19h56
ALERTA

Vereador critica situação no Trauminha de Mangabeira

O parlamentar Raoni Mendes (PDT) usou seu pronunciamento na sessão ordinária desta terça-feira (16), na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), para repercutir uma matéria jornalística veiculada nacionalmente sobre problemas encontrados no Complexo Hospitalar de Mangabeira, mais conhecido como Trauminha. Conforme afirmou o vereador pedetista, a situação precária de atendimento aos pacientes na unidade de saúde já vinha sendo apontada pela bancada de oposição da Casa anteriormente.

“Na última quinta-feira (11), eu estava assistindo ao Bom Dia Brasil, da Rede Globo de Televisão, um jornal de pauta nacional, quando foi anunciada uma manchete que trazia como notícia a situação complicada de hospitais públicos. Para minha surpresa e indignação, foi apresentado o caso do Ortotrauma de Mangabeira”, explicou o parlamentar pessoense.

Conforme o vídeo que Raoni Mendes pediu para reproduzir durante seu pronunciamento, a reportagem do telejornal matinal flagrou aparelhos quebrados e sem funcionar no momento dos procedimentos médicos, pacientes esperando há meses por cirurgias, falta de materiais básicos e até mesmo um esgoto transbordando dentro do centro cirúrgico do Complexo Hospitalar.

O líder oposicionista lembrou que a problemática da saúde na Capital paraibana tem sido uma das críticas feitas à atual Gestão Municipal e que, em visita à unidade de saúde alvo da reportagem, no dia 25 de março, ele e os vereadores Lucas de Brito (DEM) e Renato Martins (PSB) verificaram pessoalmente e denunciaram muitas das irregularidades apresentadas agora. “O que foi mostrado na TV, em rede nacional, é discurso de oposicionista?”, questionou Raoni Mendes.

O parlamentar criticou as políticas públicas desenvolvidas pelo prefeito Luciano Cartaxo (PT) na área e ainda apontou outros problemas vivenciados no Município, como a suspensão do repasse de recursos federais para a Saúde devido à falta de alimentação, pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), de informações sobre as equipes de saúde da família no Sistema de Informação da Atenção Básica (Siab).

Em aparte, o vereador Benilton Lucena (PT) rebateu as acusações do colega de Parlamento: “Não vejo Vossa Excelência falar da quantidade de procedimentos que são feitos no Trauminha, quantas pessoas deixaram de perder a vida por causa dos atendimentos imediatos e do zelo dos profissionais que lá trabalham”. O petista ainda argumentou que a demanda no Hospital é muito alta, porque abrange atendimentos não apenas de João Pessoa, mas de todo o Estado.

Eliza Virgínia (PSDB) também frisou a grande quantidade de atendimentos diários de vítimas de acidentes de moto e a sobrecarga enfrentada pela unidade de saúde.

Comentários

Recomendado para você