16/06/2015 às 16h12 • atualizado em 16/06/2015 às 19h42
CAIU

Denúncia de superfaturamento em posse derruba secretário de Comunicação de Santa Rita

O excesso de gastos na posse do chefe de gabinete da Prefeitura de Santa Rita, Manoel Henrique Serejo, mais a falta de trato para responder aos questionamentos feitos pela imprensa e, ainda, a incapacidade de conter os protestos contra o prefeito Reginaldo Pereira renderam ao ex-secretário de Comunicação Carlinhos do Adesivo a perda do cargo que tanto se empenhou para conquistar.

Para ser secretário não basta um desejo. Sobretudo se a pasta for a de Comunicação. Este posto exige capacidade de articulação, disposição de um bombeiro e, acima de tudo, expertise para não tropeçar nas cascas de banana deixadas pelos companheiros de profissão. E mais. Um secretário de comunicação precisa ter uma resposta aceitável para qualquer indagação feita sobre a administração a qual defende.

Não foi essa a conduta de Carlinhos.

Além de atear mais fogo no impasse estabelecido entre os servidores e o prefeito, o secretário ainda confirmou gastos desnecessários e excessivos da Prefeitura com a posse do chefe de gabinete.

Durante participação no programa de rádio do Sistema Arapuan, Carlinhos disse que o ‘investimento’ de mais de R$ 7 mil da Prefeitura foi para fazer um registro em vídeo da posse do chefe de gabinete. Mas foi pior.

Ao ser questionado sobre o valor, Carlinhos disse a quantia não passou de R$ 5 mil. Valor destinado a pagamento de Buffet e registro do evento. Ele tentou abafar o gasto, contra-atracando o vice-prefeito, Netinho de Varzea Nova.

A estratégia pelo jeito não deu certo, afinal, na tarde de hoje foi o próprio chefe de gabinete quem confirmou o afastamento de Carlinhos da pasta da Comunicação. Serejo assumiu interinamente a secretaria de Comunicação e confirmou, ainda, a saída do secretário de Saúde, mas não revelou novos nomes para os cargos.

Serejo não disse se os secretários irão deixar a administração ou se serão apenas remanejados para outros cargos.

Comentários