16/06/2015 às 14h01
CONGRESSO

Ofendido após entrevista com Dilma, Jô ironiza: “Sou petista de raiz”

O apresentador Jô Soares reagiu com bom humor às críticas à sua postura durante entrevista à presidente Dilma Rousseff exibida na noite de sexta-feira 12. Jô virou alvo por ter dado espaço para que a presidente falasse à vontade, sem interrompê-la, bastante diferente de outras entrevistas na emissora, especialmente no Jornal Nacional, durante a campanha presidencial.

“Não fiquei nem um pouco chateado. Algumas [críticas] foram tão impertinentes que até achei graça. Entrevistei FHC no Palácio do Planalto na época da reeleição, todas as entrevistas no programa sempre foram feitas em tom de cordialidade e intimidade. Não é porque a Dilma está com a popularidade em baixa que seria diferente. Não tenho porque mudar meu estilo”, afirmou, em depoimento ao jornal Folha de S. Paulo.

“Sou petista de raiz”, prosseguiu Jô. “Antes, se eu entrevistava alguém do PSDB, era chamado de petista. E se entrevistava alguém do PT era chamado de tucano. É sempre assim”, acrescentou o apresentador.

Para ele, esta foi “a mais importante” entrevista de sua carreira e um “momento histórico” em seus 54 anos de profissão. “Pelo momento em que a gente está vivendo”, explica. “É um momento difícil para a presidente e achei corajoso ela me receber. Me deixou emocionado”, revelou.

Logo na manhã de sábado 13, horas depois da conversa com Dilma, que foi gravada no Palácio do Alvorada, em Brasília, começaram a surgir, nas redes sociais, críticas como a de que ele recebe dinheiro do PT – por meio de captação da Lei Rouanet para espetáculos – é “petralha”, “fim de carreira” e “sem caráter”.

Entre os que atacaram Jô Soares estão os blogueiros da revista Veja Rodrigo Constantino e Reinaldo Azevedo, além do astrólogo Olavo de Carvalho; este último divulgou em seu twitter, momentos antes da entrevista, uma campanha para um panelaço durante a exibição do programa.

Sobre o panelaço, Jô comentou: “Queriam tanto ouvir a entrevista que não teve sequer panelaço. Foi uma recepção sensacional”.

Entrevista com presidentes e audiência

Não é a primeira vez que Jô Soares entrevista um presidente em exercício. Com 26 anos de carreira em talk shows, o comediante conversou com Fernando Henrique Cardoso durante sua campanha de reeleição, nos anos 1990. Também recebeu a mulher do ex-presidente, Ruth Cardoso, em 1997. FHC voltou ao programa em 2008, já seis anos após deixar o poder.

No quesito audiência, o programa agradou, marcando 7 pontos de média, índice acima do que vinha registrando nas semanas anteriores. SBT e Record ficaram com 4,4 e 2,7 pontos, respectivamente.

Comentários