16/06/2015 às 13h48
PEDALADAS

Aécio irá ao TCU protestar contra pressão do governo

aecio-nevesO presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), reúne na manhã desta terça-feira a Executiva nacional do partido – a última antes da convenção nacional do dia 5 de julho, quando deverá ser reconduzido à presidência do partido. Além de fechar questão sobre propostas de redução da maioridade penal, está na pauta a polêmica sobre a ida de senadores da oposição e base a Venezuela, e o monitoramento da votação das pedaladas fiscais do governo Dilma Rousseff amanhã no Tribunal de Contas da União (TCU).

Nos últimos dias, os ministros do tribunal têm recebido pressão do ministro da Fazenda, Joaquim Levy e outros, para evitar a rejeição das contas de 2014, quando o governo deixou em aberto R$ 37 bilhões de gastos sem prestação de contas.

— Vamos ao TCU protestar contra a pressão inacreditável que ministros do governo e o próprio governo estão exercendo naquele tribunal — discursou Aécio, na abertura da reunião da Executiva.

Ele explicou que essa deve ser a última reunião do comando nacional, antes da convenção nacional que selará o fim de seu primeiro mandato, e sua recondução. Aécio agradeceu o apoio de todos principalmente em sua campanha presidencial.

— Tenho muito orgulho de ter sido acompanhado por vocês nessa jornada até aqui — disse Aécio aos correligionários.

A análise do TCU sobre contas presidenciais está prevista para esta quarta-feira, e não é definitiva. De acordo com a Constituição, a atribuição final do julgamento é do Congresso. (O Globo)

Comentários