11/06/2015 às 14h04
DENÚNCIAS

Comissão de Saúde da Câmara Federal vem a João Pessoa averiguar denúncias

trauminhaA Comissão de Saúde da Câmara Federal virá a João Pessoa para averiguar as denúncias envolvendo a situação das unidades de Saúde da Capital. O presidente da Comissão, deputado Antônio Brito, confirmou que os casos apresentados pelo deputado federal paraibano Wilson Filho (PTB) merecem uma discussão in loco. Entre os fatos denunciados estão à falta de médicos em 42,86% das Unidades de Saúde da Família (USF) e a precariedade nos atendimentos no Hospital Ortotrauma de Mangabeira (Trauminha).

O deputado Antônio Brito explicou que após a aprovação da instalação de uma reunião em João Pessoa, os membros da comissão agora vão definir a data. “Recebemos o relatório das mãos do deputado Wilson Filho sobre a situação da Saúde e estamos apurando as denúncias porque isso afeta toda a Paraíba, tanto o fluxo de pacientes da Capital, como o fluxo que vem do interior do Estado”, disse.

A Comissão desembarca na Capital para conhecer de perto a realidade da saúde de João Pessoa e discutir o tema com a população. “Não é possível que a Prefeitura de João Pessoa continue de braços cruzados em relação a essas graves denúncias que ganharam até mesmo repercussão nacional”, contou Wilson Filho, lembrando da matéria divulgada em um telejornal que mostrou um esgoto estourado dentro da sala de cirurgia do Ortotrauma.

O parlamentar paraibano levou para a Comissão relatório do vereador Renato Martins (PSB) com detalhamento da situação das USFs. Durante a reunião da Comissão de Saúde, em Brasília, ele apresentou o relatório que aponta além da falta de médicos nas unidades, que em 50% delas não tinham medicamentos e em 16% não tinha sequer material para realização de procedimentos médicos. “Nem aquilo que é mais básico a população tem acesso. As pessoas estão morrendo por falta de atendimento”, disse.

O parlamentar também lembrou da superlotação no Ortotrauma de Mangabeira, onde a população sofre jogada pelos corredores. “Por meio de denúncia apresentada por um telejornal nacional, na manhã desta quarta-feira (11), uma das funcionárias do hospital afirma que muitos pacientes ficam em macas pelos corredores aguardando atendimento por semanas”, destacou.

Wilson Filho disse ainda que o caso tende a se agravar com o anúncio que o Ministério da Saúde suspendeu o repasse de recursos para 122 equipes de João Pessoa. “Em João Pessoa, 62 equipes de Saúde da Família e 60 de Saúde Bucal (totalizando 122 equipes) terão a verba suspensa devido ao não preenchimento dos dados necessários por parte da Prefeitura. Isso é negligência e má gestão. É impensável que a cidade perca recursos em uma área como a Saúde pela incompetência da administração de Luciano Cartaxo”, denunciou Wilson Filho.

Relatório – Os vereadores de João Pessoa Renato Martins (PSB), Lucas de Brito (DEM) e Raoni Mendes (PDT) entregaram o relatório sobre os problemas em unidades de saúde da Capital ao deputado Wilson Filho, na semana passada, para que ele levasse o material à Comissão de Saúde no Congresso Nacional. O parlamentar federal informou que levará o caso também ao Ministério da Saúde.

com Assessoria 

Comentários