09/06/2015 às 16h16
Preços altos

Cesta básica aumenta de preço pela quinta vez seguida em João Pessoa

O preço da cesta básica em João Pessoa aumentou pelo quinto mês consecutivo em 2015, segundo levantamento do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) divulgado nesta terça-feira (9). Apesar da alta, o valor encontrado na capital paraibana, de R$ 303,80, foi o segundo menor entre as 18 cidades onde Dieese realiza a Pesquisa da Cesta Básica de Alimentos.

Comparando maio a abril de 2015, houve elevação de 1,30% nos preços dos produtos essenciais em João Pessoa. Em relação a maio de 2014, o aumento foi de 11,55%. A única capital que apresentou um decréscimo, segundo o Dieese, foi Aracaju, com uma variação de -1,58% em relação a abril.

O trabalhador pessoense que ganha um salário mínimo precisou cumprir, em maio, uma jornada de 84 horas e 49 minutos para adquirir uma cesta básica. A jornada é maior do que as 83 horas e 44 minutos registradas em abril. Em maio de 2014, o tempo de trabalho necessário para a aquisição da cesta foi de 82 horas e 45 minutos.

Em maio, o custo da cesta em João Pessoa comprometeu 41,91% do salário mínimo líquido, isto é, após os descontos previdenciários. Em abril, o percentual exigido era de 41,37%. Em maio de 2014, a parcela necessária para compra dos gêneros alimentícios correspondeu a 40,89%.

Produtos
Em maio, nove produtos registraram variações positivas e os que tiveram os maiores aumentos foram o tomate (12,68%) e o açúcar (3,09%). Outros produtos tiveram elevações: arroz (1,98%), óleo (1,44%), café (1,14%), leite (1,03%), manteiga (0,61%), carne (0,41%) e pão (0,12%). Já a banana (-5,86%), o feijão (-4,51%) e a farinha (-1,74%) registraram reduções.

Em relação às variações acumuladas no ano, observa-se que dez produtos apresentaram aumentos nos preços, destacando-se os aumentos nos preços do tomate (60,91%), do feijão (35,85%) e da banana (22,83%). Os outros produtos que apresentaram variações positivas foram: óleo (15,36%), pão (5,84%), café (3,99%), arroz (3,68%), açúcar (3,09%), manteiga (1,56%) e carne (1,2%). A farinha e o leite foram os únicos produtos que apresentaram redução nos preços, registrando variações de -7,88% e -1,34%, respectivamente.

Nos últimos 12 meses, oito produtos apresentaram elevação: feijão (31,61%), tomate (30,33%), carne (16,4%), café (11,87%), arroz (8,4%), pão (6,79%), manteiga (2,40%) e banana (1,83%). Quatro produtos tiveram redução: farinha (-23,82%), açúcar (-5,11%), óleo (-4,34%) e leite (-1,67%)

(G1)

Comentários

Recomendado para você