Tocha Olímpica Rio 2016 vai percorrer os principais pontos turísticos de JP

0
12

A Tocha Olímpica Rio 2016, que está passando por todas as capitais do Brasil chega a João Pessoa no dia 3 de junho. O percurso completo já está traçado e irá passar pelos principais pontos turísticos da Capital paraibana. O evento promete reunir adeptos e amantes do esporte. Quem quiser acompanhar o trajeto também terá a oportunidade de conhecer ou de revisitar algumas obras de destaque da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP).

O ponto de partida será no Centro Histórico, mais precisamente na Igreja São Francisco, que foi palco das três últimas edições do Festival Internacional de Música Clássica promovido pela PMJP. O evento, que foi iniciativa da atual gestão, é realizado todos os anos e acontece nas principais igrejas históricas da Capital reunindo músicos, maestros e regentes de vários lugares do mundo, em um catálogo de bandas, grupos camerísticos e sinfônicos de diferentes formações.

O próximo local do percurso é um dos maiores cartões postais de João Pessoa, a Lagoa do Parque Solon de Lucena, que está na reta final de conclusão das obras e com previsão de ser entregue à população em junho deste ano. As obras de requalificação do Parque Solon de Lucena irão promover uma verdadeira transformação na vida do pessoense.

A revitalização do Parque Solon de Lucena é um demanda histórica e a Prefeitura priorizou para entregar à população. A Nova Lagoa, como é comumente conhecida, certamente irá gerar grandes impactos nos mais diversos aspectos da cidade, como o turismo, a mobilidade, a saúde, o lazer, a cultura e o desenvolvimento econômico.

No projeto, o novo Parque da Lagoa trará como novidade a criação de 12 praças. Cada uma com sua característica própria, voltadas para atender aos diversos tipos de públicos que se relacionam com a Lagoa e com as plantas e equipamentos que já existiam no espaço público.

Além das novas praças, há também os espaços que foram criados a partir de equipamentos e da própria vegetação que já existia no local. A área onde existiam várias espécies de Pau Brasil, por exemplo, foi ordenada de forma a destacar suas características. O mesmo aconteceu com as áreas de predominância de acácias, oliveiras e oitizeiros. Há também o espaço localizado ao lado do Cassino e a praça criada no entorno do monumento da Pedra do Reino, que antes era cercado por ruas de acesso e agora se tornou um ponto de contemplação da obra de arte.

Outro ponto da cidade que foi completamente revitalizado e atualmente voltou a ser ponto de encontro de famílias e amigos foi a Praça da Independência, um dos principais patrimônios históricos e turísticos da cidade, que foi devolvida à população completamente restaurada, com intervenções paisagísticas e urbanísticas. Respeitando as determinações do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (Iphaep), a intervenção qualificou o espaço para o uso da população, mantendo as características marcantes do contexto em que foi construído.

O projeto de revitalização incluiu a reforma das calçadas externas e internas e substituição do meio fio. A iluminação também foi reforçada, com a instalação de novos postes e a troca de todos os pontos de luz, 81 ao todo, utilizando lâmpadas de vapor metálico. Além disso, foi realizada a substituição de todos os 54 bancos e a manutenção do gradil.

A Tocha Olímpica Rio 2016 segue passando por vários pontos da capital e saindo do Centro Histórico, passa por um dos principais trajetos da cidade, a Avenida Epitácio Pessoa, aonde aos domingos, a Prefeitura disponibiliza a Ciclofaixa de Lazer. Cerca de duas mil pessoas utilizam a Ciclofaixa, contabilizado a ida e volta, em um percurso de 13 quilômetros (km), que vai do Busto de Tamandaré ao Parque Solon de Lucena (Lagoa), das 7 às 16h.

Agentes de mobilidade da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) de João Pessoa monitoram todo o trajeto garantindo a segurança aos usuários. Monitores PMJP também colaboram com a segurança dando apoio aos ciclistas nos cruzamentos em todo o percurso.

Dando continuidade ao percurso da Tocha Olímpica Rio 2016 ela seguirá para outro ponto que também atrai turistas de todo o país, a orla de João Pessoa. A Nova Calçadinha também passou por uma completa revitalização urbanística e já foi considerada a orla mais bonita de todo o Nordeste.

A nova etapa concluída é a primeira no bairro do Cabo Branco, compreendendo 600 metros de extensão, que vai do Busto de Tamandaré até a Avenida Monsenhor Odilon Coutinho. Os 3.150 m² de passeio ganharam revestimento com blocos intertravados coloridos, material escolhido por apresentar maior acessibilidade, durabilidade, facilidade de manutenção e economia.

O trecho também recebeu uma área de convivência, que funciona como ilha de permanência. O novo espaço possui bancos, jardinagem e bicicletários com 12 vagas disponíveis. A ciclovia, um trecho de 1.750 m², teve o piso de asfalto substituído por um de concreto, específico para a circulação de bicicletas.

A obra completa abrange a revitalização dos 18 mil metros quadrados da calçadinha, que vão do Hotel Tambaú até o final da Avenida Cabo Branco. Entre os destaques da intervenção está o novo Busto de Tamandaré, que foi entregue em dezembro e ganhou o desenho de uma mandala criada pelo artista plástico Flávio Tavares. O local também recebeu um letreiro em homenagem à cidade, com os dizeres “Eu amo Jampa”.

Chegando ao fim do percurso, no Busto de Tamandaré, conforme o padrão sugerido pela organização das Olimpíadas Rio 2016, serão realizadas ao final do revezamento, apresentações de grupos e artistas da nossa cidade, objetivando a valorização da cultura local.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor preencha seu nome