Tribunal de Justiça da Paraíba decreta ilegalidade da greve dos professores de João Pessoa

0
3

O Tribunal de Justiça da Paraíba decretou hoje (07), a ilegalidade da greve dos professores integrantes da rede de ensino da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). A decisão foi tomada pelo desembargador João Alves da Silva com base no pedido de diferimento protocolado pela PMJP em ação declaratória com pedido de tutela antecipada e liminar.

Os profissionais de educação entraram em greve na última segunda-feira (4) cobrando reajuste salarial. A pedida dos grevistas é de 11,36% de aumento, além das correções nas gratificações e no Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR). Além disso, há um pedido da categoria de regulamentação do aumento da licença e bolsa para doutorado; formulação de um calendário de reformas para escolas; e capacitação para todos os profissionais da Educação.

Atualmente a greve dos professores do município deixou cerca de 65 mil alunos fora das salas de aula na Capital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor preencha seu nome